Omite el contenido

A Manaus dos nossos sonhos é assim

Cristian Web

A Manaus dos nossos sonhos é assim

Centro Histórico
O Centro Histórico de Manaus é a parte mais antiga da cidade, surgida no período de sua fundação. No centro se visualiza diversas edificações históricas e casarões do século XIX, época em que Manaus esteve entre as mais ricas cidades do Brasil. Em decorrência do ciclo da borracha na virada para o século XX.
Cartão-postal da cidade de Manaus o majestoso Teatro Amazonas é o principal símbolo cultural e arquitetônico do Estado do Amazonas. Um dos mais importantes teatros do Brasil foi Inaugurado em 31 de dezembro 1896, localizado no Largo de São Sebastião, no Centro Histórico, preserva parte da história do ciclo da borracha, época áurea da capital amazonense. Naquela época a aristocracia amazonense almejava que a cidade estivesse na mesma categoria dos grandes centros culturais do mundo. Tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1966, o Teatro Amazonas preserva parte da arquitetura e decoração originais. O estilo arquitetônico é renascentista, com detalhes ecléticos. Na área externa, a famosa cúpula chama a atenção pela exuberância, composta por 36 mil peças nas cores da bandeira brasileira, importadas da Alsácia, na França. A maior parte do material usado na construção do teatro foi importada da Europa: as paredes de aço de Glasgow, na Escócia; os 198 lustres e o mármore de Carrara das escadas, estátuas e colunas, são da Itália. O salão de espetáculos tem capacidade para 701 pessoas, distribuídas entre a plateia e três pavimentos de camarotes. Impossível não ficar hipnotizado com o teto côncavo, no qual estão quatro telas pintadas em Paris pela tradicional Casa Carpezot. As telas representam música, dança, tragédia e ópera. Esta última, uma homenagem ao compositor brasileiro Carlos Gomes. Ao centro, um majestoso lustre de bronze francês. Também não passam despercebidas as máscaras nas colunas da plateia, que homenageiam compositores e dramaturgos, entre eles, Aristophanes, Molière, Rossini, Mozart e Verdi. O Pano de Boca do Teatro Amazonas é outra raridade. Foi confeccionado em 1894, pelo artista brasileiro Crispim do Amaral, e descreve o encontro dos rios Negro e Solimões. No Salão Nobre, onde aconteciam os grandes eventos sociais da época, destaca-se a pintura do teto feita por Domenico de Angelis, em 1899, e que foi batizada de “A glorificação das Bellas Artes da Amazônia”. VISITANTES E ESPECTADORES DE EVENTOS NO LOCAL: Média de 288 mil ao ano. Funcionamento De terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Amazonenses não pagam Endereço Av. Eduardo Ribeiro, 659 – Centro – Manaus/AM Contatos Email: direcao_ta@culturamazonas.am.gov.br Telefones: (92) 3622-1880 / 3622-2420 Bilheteria: (92) 3232-1768 Acessibilidade para deficientes físico, visual e auditivo
31
Recomendado por los habitantes de la zona
Amazon Theatre
31
Recomendado por los habitantes de la zona
Cartão-postal da cidade de Manaus o majestoso Teatro Amazonas é o principal símbolo cultural e arquitetônico do Estado do Amazonas. Um dos mais importantes teatros do Brasil foi Inaugurado em 31 de dezembro 1896, localizado no Largo de São Sebastião, no Centro Histórico, preserva parte da história do ciclo da borracha, época áurea da capital amazonense. Naquela época a aristocracia amazonense almejava que a cidade estivesse na mesma categoria dos grandes centros culturais do mundo. Tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1966, o Teatro Amazonas preserva parte da arquitetura e decoração originais. O estilo arquitetônico é renascentista, com detalhes ecléticos. Na área externa, a famosa cúpula chama a atenção pela exuberância, composta por 36 mil peças nas cores da bandeira brasileira, importadas da Alsácia, na França. A maior parte do material usado na construção do teatro foi importada da Europa: as paredes de aço de Glasgow, na Escócia; os 198 lustres e o mármore de Carrara das escadas, estátuas e colunas, são da Itália. O salão de espetáculos tem capacidade para 701 pessoas, distribuídas entre a plateia e três pavimentos de camarotes. Impossível não ficar hipnotizado com o teto côncavo, no qual estão quatro telas pintadas em Paris pela tradicional Casa Carpezot. As telas representam música, dança, tragédia e ópera. Esta última, uma homenagem ao compositor brasileiro Carlos Gomes. Ao centro, um majestoso lustre de bronze francês. Também não passam despercebidas as máscaras nas colunas da plateia, que homenageiam compositores e dramaturgos, entre eles, Aristophanes, Molière, Rossini, Mozart e Verdi. O Pano de Boca do Teatro Amazonas é outra raridade. Foi confeccionado em 1894, pelo artista brasileiro Crispim do Amaral, e descreve o encontro dos rios Negro e Solimões. No Salão Nobre, onde aconteciam os grandes eventos sociais da época, destaca-se a pintura do teto feita por Domenico de Angelis, em 1899, e que foi batizada de “A glorificação das Bellas Artes da Amazônia”. VISITANTES E ESPECTADORES DE EVENTOS NO LOCAL: Média de 288 mil ao ano. Funcionamento De terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Amazonenses não pagam Endereço Av. Eduardo Ribeiro, 659 – Centro – Manaus/AM Contatos Email: direcao_ta@culturamazonas.am.gov.br Telefones: (92) 3622-1880 / 3622-2420 Bilheteria: (92) 3232-1768 Acessibilidade para deficientes físico, visual e auditivo
Inaugurado em 15 de julho de 1883, o Mercado Municipal Adolpho Lisboa (o Mercadão), localizado às margens do rio Negro, no Centro da cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas. Construído durante o ciclo da borracha com material importado da Europa. Sua estrutura em ferro fundido foi projetada pelo engenheiro francês Gustave Eiffel, o mesmo que projetou e deu seu nome à famosa Torre Eiffel. O mercado é uma réplica do mercado em Paris "Les Halles" Com mais de 135 anos de história, é um dos mais importantes espaços de comercialização de produtos e alimentos típicos da Amazônia. Há variedade de espécies de peixes de água doce, artesanatos, frutas, legumes e especiarias, atraindo a atenção e a curiosidade de quem o visita.
Mercado Municipal Adolpho Lisboa
46 Rua dos Barés
Inaugurado em 15 de julho de 1883, o Mercado Municipal Adolpho Lisboa (o Mercadão), localizado às margens do rio Negro, no Centro da cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas. Construído durante o ciclo da borracha com material importado da Europa. Sua estrutura em ferro fundido foi projetada pelo engenheiro francês Gustave Eiffel, o mesmo que projetou e deu seu nome à famosa Torre Eiffel. O mercado é uma réplica do mercado em Paris "Les Halles" Com mais de 135 anos de história, é um dos mais importantes espaços de comercialização de produtos e alimentos típicos da Amazônia. Há variedade de espécies de peixes de água doce, artesanatos, frutas, legumes e especiarias, atraindo a atenção e a curiosidade de quem o visita.
Palácio da Justiça foi construído sobre uma área elevada da cidade e é protegido por um espesso muro com balaustradas. A construção foi iniciada em 1894, sob a responsabilidade da firma Moers & Morton, durante a administração do governador Eduardo Ribeiro. Horário: Terça a sábado das 9h às 17h. Domingo das 9h às 14h. Endereço: Av. Eduardo Ribeiro - Centro (atrás do Teatro Amazonas) *Horários podem sofrer alterações sem aviso prévio.
Palácio da Justiça do Amazonas
Palácio da Justiça foi construído sobre uma área elevada da cidade e é protegido por um espesso muro com balaustradas. A construção foi iniciada em 1894, sob a responsabilidade da firma Moers & Morton, durante a administração do governador Eduardo Ribeiro. Horário: Terça a sábado das 9h às 17h. Domingo das 9h às 14h. Endereço: Av. Eduardo Ribeiro - Centro (atrás do Teatro Amazonas) *Horários podem sofrer alterações sem aviso prévio.
O Reservatório do Mocó, magnífica obra em estilo neo-renascentista construída durante o período áureo da borracha, foi inaugurado em 1899, durante o governo de José Cardoso Ramalho Júnior. Iniciada na administração do governador Eduardo Gonçalves Ribeiro, a construção abrange uma área de 1.089 m². O reservatório foi planejado e construído com o objetivo de solucionar os problemas de abastecimento de água, que atingiam a cidade no final do Século XIX. Destaca-se pela imponência de sua estrutura interna, toda em ferro importado da Inglaterra, que suporta dois enormes tanques metálicos, instalados no espaço superior da edificação. Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 13 de Março de 1995, a edificação passou por uma grande reforma, realizada pelo Governo do Estado, em 1998. O Reservatório do Mocó localiza-se em local privilegiado e ainda hoje abastece parte da Cidade de Manaus. Endereço: Praça Chile, Bairro de Adrianópolis
Reservoir Do Mocó
414 Rua Belém
O Reservatório do Mocó, magnífica obra em estilo neo-renascentista construída durante o período áureo da borracha, foi inaugurado em 1899, durante o governo de José Cardoso Ramalho Júnior. Iniciada na administração do governador Eduardo Gonçalves Ribeiro, a construção abrange uma área de 1.089 m². O reservatório foi planejado e construído com o objetivo de solucionar os problemas de abastecimento de água, que atingiam a cidade no final do Século XIX. Destaca-se pela imponência de sua estrutura interna, toda em ferro importado da Inglaterra, que suporta dois enormes tanques metálicos, instalados no espaço superior da edificação. Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 13 de Março de 1995, a edificação passou por uma grande reforma, realizada pelo Governo do Estado, em 1998. O Reservatório do Mocó localiza-se em local privilegiado e ainda hoje abastece parte da Cidade de Manaus. Endereço: Praça Chile, Bairro de Adrianópolis
O conjunto arquitetônico da Alfândega e Guarda Moria foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 1987, junto com o Complexo Portuário. Inaugurados oficialmente em 1906, os dois prédios foram construídos pela firma inglesa Manaos Harbour Limited, como parte do contrato de concessão do Porto de Manaus. Em estilo eclético, com elementos medievalistas e renascentistas, trata-se do primeiro prédio pré-fabricado do mundo. O prédio da Guardamoria, com sua torre e farol edificados com o mesmo material e estilo da Alfândega completa o complexo. O edifício da Alfândega foi construído em blocos de tijolos aparentes, pré-montados e importados da Inglaterra, uma reprodução dos prédios londrinos do início do século XX. Horário: Segunda à Sábado - 8h às 12h. Endereço: Rua Marquês de Santa Cruz, s/n - Centro.
Alfândega
St Marquesa da Santa Cruz
O conjunto arquitetônico da Alfândega e Guarda Moria foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 1987, junto com o Complexo Portuário. Inaugurados oficialmente em 1906, os dois prédios foram construídos pela firma inglesa Manaos Harbour Limited, como parte do contrato de concessão do Porto de Manaus. Em estilo eclético, com elementos medievalistas e renascentistas, trata-se do primeiro prédio pré-fabricado do mundo. O prédio da Guardamoria, com sua torre e farol edificados com o mesmo material e estilo da Alfândega completa o complexo. O edifício da Alfândega foi construído em blocos de tijolos aparentes, pré-montados e importados da Inglaterra, uma reprodução dos prédios londrinos do início do século XX. Horário: Segunda à Sábado - 8h às 12h. Endereço: Rua Marquês de Santa Cruz, s/n - Centro.
Palácio Rio Negro foi sede do Governo e Residência Oficial do governador. Seu nome original era Palacete Scholz, construído pelo alemão Waldemar Scholz, considerado o "Barão da Borracha". Teve o nome alterado para Palácio Rio Negro em 1918 após autorizada a compra pelo governador do Amazonas, Pedro de Alcântara Bacellar. A partir de novembro 2000, o Palácio passou a servir de pólo para outros espaços culturais, agregando ao seu redor o Museu-Biblioteca da Imagem e do Som do Amazonas/ MISM, o Museu de Numismática Bernardo Ramos, a Pinacoteca do Estado, o Cine-Teatro Guarany e o Espaço de Referência Cultural do Amazonas/ ERCAM, todos funcionando com regularidade e de forma integrada. Horários: Terça a sábado das 9h às 17h; Domingo das 9h às 14h; Endereço: Av. 7 de Setembro, 1546 - Centro
Palácio Rio Negro
Palácio Rio Negro foi sede do Governo e Residência Oficial do governador. Seu nome original era Palacete Scholz, construído pelo alemão Waldemar Scholz, considerado o "Barão da Borracha". Teve o nome alterado para Palácio Rio Negro em 1918 após autorizada a compra pelo governador do Amazonas, Pedro de Alcântara Bacellar. A partir de novembro 2000, o Palácio passou a servir de pólo para outros espaços culturais, agregando ao seu redor o Museu-Biblioteca da Imagem e do Som do Amazonas/ MISM, o Museu de Numismática Bernardo Ramos, a Pinacoteca do Estado, o Cine-Teatro Guarany e o Espaço de Referência Cultural do Amazonas/ ERCAM, todos funcionando com regularidade e de forma integrada. Horários: Terça a sábado das 9h às 17h; Domingo das 9h às 14h; Endereço: Av. 7 de Setembro, 1546 - Centro
O Monumento à Abertura dos Portos às Nações Amigas, localizado na Praça São Sebastião, diante do Teatro Amazonas, foi inaugurado em 1900 para comemorar a liberação dos portos do Rio Amazonas ao comércio exterior, em 1866. Obra do escultor italiano Domêncio de Angelis tem estilo neoclássico e foi erigido em mármore, granito e bronze. Endereço: Praça São Sebastião - Centro (em frente ao Teatro Amazonas)
Monumento de Abertura dos Portos
O Monumento à Abertura dos Portos às Nações Amigas, localizado na Praça São Sebastião, diante do Teatro Amazonas, foi inaugurado em 1900 para comemorar a liberação dos portos do Rio Amazonas ao comércio exterior, em 1866. Obra do escultor italiano Domêncio de Angelis tem estilo neoclássico e foi erigido em mármore, granito e bronze. Endereço: Praça São Sebastião - Centro (em frente ao Teatro Amazonas)
O Palacete Provincial, restaurado em 2009, foi por mais de cem anos quartel da Polícia Militar do Amazonas, e, atualmente, abriga cinco museus que estão sob responsabilidade da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), recebendo cerca de 3 mil visitantes por mês. Considerado um patrimônio tombado junto com a Praça Heliodoro Balbi e o Colégio Amazonense Dom Pedro II. Cinco museus ocupam o prédio : a Pinacoteca tem quadros, fotos e gravuras de artistas locais; o de Numismática tem acervo com 8 mil moedas; o da Imagem e do Som apresenta DVDs e CDs para exibição gratuita no local; o Museu Tiradentes homenageia os bombeiros e a polícia do estado com armas e fardas; e o de Arqueologia reproduz escavações e artefatos descobertos na região. Bem conservada, a Praça da Polícia, em frente, é uma extensão do passeio. Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº - Centro Horário: Terça a sexta das 9h as 14h / Sábado das 9h as 13h Entrada: GRÁTIS *Os valores podem mudar sem aviso prévio.
Palacete Provincial
O Palacete Provincial, restaurado em 2009, foi por mais de cem anos quartel da Polícia Militar do Amazonas, e, atualmente, abriga cinco museus que estão sob responsabilidade da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), recebendo cerca de 3 mil visitantes por mês. Considerado um patrimônio tombado junto com a Praça Heliodoro Balbi e o Colégio Amazonense Dom Pedro II. Cinco museus ocupam o prédio : a Pinacoteca tem quadros, fotos e gravuras de artistas locais; o de Numismática tem acervo com 8 mil moedas; o da Imagem e do Som apresenta DVDs e CDs para exibição gratuita no local; o Museu Tiradentes homenageia os bombeiros e a polícia do estado com armas e fardas; e o de Arqueologia reproduz escavações e artefatos descobertos na região. Bem conservada, a Praça da Polícia, em frente, é uma extensão do passeio. Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº - Centro Horário: Terça a sexta das 9h as 14h / Sábado das 9h as 13h Entrada: GRÁTIS *Os valores podem mudar sem aviso prévio.
Passeio turístico
O Musa, fundado em 2009, é um museu vivo, a céu aberto, em um segmento da Reserva Florestal Adolpho Ducke, uma floresta primária na cidade de Manaus. Na mesma área, em 2002, foi criado um Jardim Botânico in situ que ainda cresce e surpreende. Suas trilhas recortadas no denso tecido de árvores, palmeiras e cipós são iluminadas por luzes e sombras que revelam a deslumbrante diversidade dos tons de verde e escondem insetos, pássaros e polinizadores. Os ecossistemas, a fauna e a flora da Reserva Ducke, têm sido estudados há mais de 60 anos pelos pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), que decifraram boa parte de seus segredos, registrados em catálogos, artigos e manuais. O Musa Jardim Botânico está empenhado em divulgá-los para o grande público. Fazer do conhecimento alavanca de conservação e valorização do patrimônio que a natureza nos legou. Mostrar ao visitante, ao vivo, em seu habitat natural, plantas, pássaros, insetos, flores e polinizadores. O Musa Jardim Botânico está equipado com torres para observar a floresta em diferentes alturas, tendas de exposição e pavilhões em que temas caros às culturas indígenas, do passado e do presente, são revelados e celebrados. Em laboratórios experimentais preparados mostramos aos curiosos o micromundo magnificado. O Musa é também um museu imaginário, porque oferecemos ao viajante, visitante atento, percorrer as veredas encantadas dos personagens da floresta, que buscam ser descobertos, vistos, para existir no museu. “Personagens à procura de um observador.”. Horário: Todos os dias (exceto as quartas-feiras) de 8h30 as 17h. (O portão de entrada fecha as 16h) Quartas-feiras somente por agendamentoEntrada: Visitas guiadas: R$ 10,00 Subida na torre: R$ 20,00 Crianças até 5 anos não pagam Meia-entrada: Estudantes, idosos brasileiros e participantes do Programa Nosso Musa* *O programa Nosso Musa contempla os moradores de Manaus que apresentarem identidade e comprovante de residência. Observação de aves e Nascer e pôr do sol: R$ 50,00 (segunda a domingo, somente por agendamento) Grupos e escolas: É necessário o agendamento *Escolas públicas entrada gratuita. Endereço: Av. Margarita (antiga Uirapuru), s/n - Cidade de Deus ☎: 3582-3188 / 99280-4205 Agendamento: agendamento@museudaamazonia.org.br SITE: museudaamazonia.org.br *Os horários e valores podem mudar sem aviso prévio.
7
Recomendado por los habitantes de la zona
Manaus Botanical Gardens MUSA
s/n Avenida Uirapuru
7
Recomendado por los habitantes de la zona
O Musa, fundado em 2009, é um museu vivo, a céu aberto, em um segmento da Reserva Florestal Adolpho Ducke, uma floresta primária na cidade de Manaus. Na mesma área, em 2002, foi criado um Jardim Botânico in situ que ainda cresce e surpreende. Suas trilhas recortadas no denso tecido de árvores, palmeiras e cipós são iluminadas por luzes e sombras que revelam a deslumbrante diversidade dos tons de verde e escondem insetos, pássaros e polinizadores. Os ecossistemas, a fauna e a flora da Reserva Ducke, têm sido estudados há mais de 60 anos pelos pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), que decifraram boa parte de seus segredos, registrados em catálogos, artigos e manuais. O Musa Jardim Botânico está empenhado em divulgá-los para o grande público. Fazer do conhecimento alavanca de conservação e valorização do patrimônio que a natureza nos legou. Mostrar ao visitante, ao vivo, em seu habitat natural, plantas, pássaros, insetos, flores e polinizadores. O Musa Jardim Botânico está equipado com torres para observar a floresta em diferentes alturas, tendas de exposição e pavilhões em que temas caros às culturas indígenas, do passado e do presente, são revelados e celebrados. Em laboratórios experimentais preparados mostramos aos curiosos o micromundo magnificado. O Musa é também um museu imaginário, porque oferecemos ao viajante, visitante atento, percorrer as veredas encantadas dos personagens da floresta, que buscam ser descobertos, vistos, para existir no museu. “Personagens à procura de um observador.”. Horário: Todos os dias (exceto as quartas-feiras) de 8h30 as 17h. (O portão de entrada fecha as 16h) Quartas-feiras somente por agendamentoEntrada: Visitas guiadas: R$ 10,00 Subida na torre: R$ 20,00 Crianças até 5 anos não pagam Meia-entrada: Estudantes, idosos brasileiros e participantes do Programa Nosso Musa* *O programa Nosso Musa contempla os moradores de Manaus que apresentarem identidade e comprovante de residência. Observação de aves e Nascer e pôr do sol: R$ 50,00 (segunda a domingo, somente por agendamento) Grupos e escolas: É necessário o agendamento *Escolas públicas entrada gratuita. Endereço: Av. Margarita (antiga Uirapuru), s/n - Cidade de Deus ☎: 3582-3188 / 99280-4205 Agendamento: agendamento@museudaamazonia.org.br SITE: museudaamazonia.org.br *Os horários e valores podem mudar sem aviso prévio.
A praia da Ponta Negra, é uma praia fluvial às margens do rio Negro, localizada a 13 km do centro de Manaus, capital do Amazonas. Originalmente foi habitada pelos índios Manaós, que deram origem ao nome da cidade. Possui uma infra-estrutura que a transformou, em um dos principais pontos turísticos da cidade e ponto de encontro de pessoas de todas as idades. Lá acontece um grande número de apresentações artísticas nacionais e internacionais, que disponibiliza uma ampla oferta de cultura a seus frequentadores, que muitas vezes buscam ainda a prática de exercícios e esportes ou simplesmente apreciar as belezas naturais do local. A praia, com seus calçadões de ladrilhos hidráulicos com iluminação noturna a vapor de sódio, anfiteatro, areias finas e água morna, oferece a seu visitante confortos como estacionamento e restaurantes com comidas típicas, o que faz da praia um complexo turístico moderno e completo.
13
Recomendado por los habitantes de la zona
Praia de Ponta Negra
13
Recomendado por los habitantes de la zona
A praia da Ponta Negra, é uma praia fluvial às margens do rio Negro, localizada a 13 km do centro de Manaus, capital do Amazonas. Originalmente foi habitada pelos índios Manaós, que deram origem ao nome da cidade. Possui uma infra-estrutura que a transformou, em um dos principais pontos turísticos da cidade e ponto de encontro de pessoas de todas as idades. Lá acontece um grande número de apresentações artísticas nacionais e internacionais, que disponibiliza uma ampla oferta de cultura a seus frequentadores, que muitas vezes buscam ainda a prática de exercícios e esportes ou simplesmente apreciar as belezas naturais do local. A praia, com seus calçadões de ladrilhos hidráulicos com iluminação noturna a vapor de sódio, anfiteatro, areias finas e água morna, oferece a seu visitante confortos como estacionamento e restaurantes com comidas típicas, o que faz da praia um complexo turístico moderno e completo.
O Parque Municipal do Mindu é um parque urbano da cidade de Manaus. Está localizado no centro geográfico da capital e é uma das quatro unidades de conservação, vitrine das espécies de flora, fauna e outros elementos do ecossistema amazônico. Próximo ao meu espaço.
22
Recomendado por los habitantes de la zona
Mindu Municipal Park
S/n R. Perimetral
22
Recomendado por los habitantes de la zona
O Parque Municipal do Mindu é um parque urbano da cidade de Manaus. Está localizado no centro geográfico da capital e é uma das quatro unidades de conservação, vitrine das espécies de flora, fauna e outros elementos do ecossistema amazônico. Próximo ao meu espaço.
O encontro das águas é um fenômeno natural facilmente visto em muitos rios da Amazônia. Os fatores para isso ocorrer na região variam desde questões geológicas, climáticas, termais ou até mesmo o tamanho ou a acidez dos rios. O mais famoso encontro das águas está localizado na frente da cidade de Manaus, entre os rios Negro e Solimões, sendo uma das principais atrações turísticas da capital amazonense.
18
Recomendado por los habitantes de la zona
Meeting of Waters
18
Recomendado por los habitantes de la zona
O encontro das águas é um fenômeno natural facilmente visto em muitos rios da Amazônia. Os fatores para isso ocorrer na região variam desde questões geológicas, climáticas, termais ou até mesmo o tamanho ou a acidez dos rios. O mais famoso encontro das águas está localizado na frente da cidade de Manaus, entre os rios Negro e Solimões, sendo uma das principais atrações turísticas da capital amazonense.
Mantido e administrado pelo Exército Brasileiro, o zoológico foi construído em 1967, com o objetivo de proporcionar informações sobre a fauna amazônica aos alunos do Curso de Operações na Selva. Atualmente, possui cerca de 171 animais de 58 espécies. Além de palestras e atividades práticas relativas à preservação do meio ambiente e fauna, o zoológico também investe na recuperação de animais vitimizados para devolução aos seus habitats naturais. Horário: terça a domingo, das 9h às 16:30h. Endereço: Av. São Jorge, 750 – São Jorge. ☎: 2125-6448 / 2125-6464 *Os horários e valores podem mudar sem aviso prévio.
7
Recomendado por los habitantes de la zona
Cigs Zoológico
7
Recomendado por los habitantes de la zona
Mantido e administrado pelo Exército Brasileiro, o zoológico foi construído em 1967, com o objetivo de proporcionar informações sobre a fauna amazônica aos alunos do Curso de Operações na Selva. Atualmente, possui cerca de 171 animais de 58 espécies. Além de palestras e atividades práticas relativas à preservação do meio ambiente e fauna, o zoológico também investe na recuperação de animais vitimizados para devolução aos seus habitats naturais. Horário: terça a domingo, das 9h às 16:30h. Endereço: Av. São Jorge, 750 – São Jorge. ☎: 2125-6448 / 2125-6464 *Os horários e valores podem mudar sem aviso prévio.
O Parque dos Bilhares é um parque urbano localizado em Manaus, às margens do igarapé do Mindu, tendo como limites as avenidas Djalma Batista e Constantino Nery e os igarapés do Mindu e da Cachoeira. Foi inaugurado no dia 24 de outubro de 2006, pela Prefeitura de Manaus, data de aniversário da cidade, com o objetivo de oferecer lazer à população e, ao mesmo tempo, preservando o meio ambiente.
Parque Ponte dos Bilhares
O Parque dos Bilhares é um parque urbano localizado em Manaus, às margens do igarapé do Mindu, tendo como limites as avenidas Djalma Batista e Constantino Nery e os igarapés do Mindu e da Cachoeira. Foi inaugurado no dia 24 de outubro de 2006, pela Prefeitura de Manaus, data de aniversário da cidade, com o objetivo de oferecer lazer à população e, ao mesmo tempo, preservando o meio ambiente.
Nos arredores de meu espaço O Bosque da Ciência é um espaço dedicado à divulgação cientifica, educação e lazer, que abriga uma vegetação florestal, animais da fauna amazônica de vida livre e atrativos para a visitação turística. Possui uma área de aproximadamente 13 (treze) hectares, e está localizado no perímetro urbano da cidade de Manaus, na Zona Central - Leste. Inaugurado em 1º de abril de 1995, pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA. No Bosque o visitante vai encontrar um ambiente de tranquilidade e relaxamento inserido no meio da cidade, onde poderá aprender mais sobre a região amazônica, e vivenciar momentos de contato com a natureza. Ao longo do ano inúmeros eventos são organizados e oferecidos ao público visitante e para saber mais verifique a Programação do Bosque. Público em geral: R$ 5,00 A entrada é gratuita para crianças até 10 anos e pessoas a partir de 60 anos. O Bosque da Ciência está aberto para visitação: De terça à Sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 14 às 16 horas. Sábados, domingos e feriados de 9 às 16 horas. Visitas de grupos escolares são marcadas com antecedência. Telefones: (092) 3643-3192, 3643-3312 e 3643-3293 Endereço: Av. Otávio Cabral, s/n - Aleixo, E-mail: bosque@inpa.gov.br
8
Recomendado por los habitantes de la zona
INPA - National Institute of Amazonian Research
1 Av. Bem Te VI
8
Recomendado por los habitantes de la zona
Nos arredores de meu espaço O Bosque da Ciência é um espaço dedicado à divulgação cientifica, educação e lazer, que abriga uma vegetação florestal, animais da fauna amazônica de vida livre e atrativos para a visitação turística. Possui uma área de aproximadamente 13 (treze) hectares, e está localizado no perímetro urbano da cidade de Manaus, na Zona Central - Leste. Inaugurado em 1º de abril de 1995, pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA. No Bosque o visitante vai encontrar um ambiente de tranquilidade e relaxamento inserido no meio da cidade, onde poderá aprender mais sobre a região amazônica, e vivenciar momentos de contato com a natureza. Ao longo do ano inúmeros eventos são organizados e oferecidos ao público visitante e para saber mais verifique a Programação do Bosque. Público em geral: R$ 5,00 A entrada é gratuita para crianças até 10 anos e pessoas a partir de 60 anos. O Bosque da Ciência está aberto para visitação: De terça à Sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 14 às 16 horas. Sábados, domingos e feriados de 9 às 16 horas. Visitas de grupos escolares são marcadas com antecedência. Telefones: (092) 3643-3192, 3643-3312 e 3643-3293 Endereço: Av. Otávio Cabral, s/n - Aleixo, E-mail: bosque@inpa.gov.br
Cena Gastronômica
Manaus - Paris dos Trópicos - Metrópole da Amazônia. Capital do Amazonas - maior e mais preservado estado do Brasil. Terra da castanha-do-Brasil, do guaraná, do açaí, da pupunha, do tucumã, da sorva, da tapioca, do tacacá, da ciranda, do boi-bumbá e do Pico da Neblina (ponto mais alto do Brasil).
Ambiente aberto e ventilado...fica num lugar alto. Simples, mas ótima comida! costuma estar sempre cheio, mas o atendimento é rápido e de qualidade. Tudo é gostoso. Sugiro o Tambaqui assado. Também deve experimentar o escabeche de tucunaré, sardinha frita ou caldeirada de tambaqui. Não deixe de provar a farofa de ovo que também ajuda a aliviar a fome enquanto espera seu prato. Endereço: Beco Goiania - Conj. Jardim Versalles - Planalto, Manaus - AM, 69044-622 Telefone: (92) 3654-9650 Horário: quinta-feira 11:00–23:00 sexta-feira 11:00–23:00 sábado 11:00–23:00 domingo 11:00–23:00 segunda-feira 11:00–23:00 terça-feira 11:00–23:00 quarta-feira 11:00–23:00
Morada Do Peixe
Ambiente aberto e ventilado...fica num lugar alto. Simples, mas ótima comida! costuma estar sempre cheio, mas o atendimento é rápido e de qualidade. Tudo é gostoso. Sugiro o Tambaqui assado. Também deve experimentar o escabeche de tucunaré, sardinha frita ou caldeirada de tambaqui. Não deixe de provar a farofa de ovo que também ajuda a aliviar a fome enquanto espera seu prato. Endereço: Beco Goiania - Conj. Jardim Versalles - Planalto, Manaus - AM, 69044-622 Telefone: (92) 3654-9650 Horário: quinta-feira 11:00–23:00 sexta-feira 11:00–23:00 sábado 11:00–23:00 domingo 11:00–23:00 segunda-feira 11:00–23:00 terça-feira 11:00–23:00 quarta-feira 11:00–23:00
Localizada na praça do Teatro Amazonas tem boa comida - bom atendimento - mesas ao ar livre e baixo custo. Pratos regionais exóticos distintos, mas deliciosos. Em uma casa histórica com vista do principal cartão postal de Manaus, você irá saborear caldos, peixes e outras comidas amazônicas. Experimente o “X-Caboclinho” - feito com queijo-qualho, banana frita (banana da terra - para nós a Pacovan) e tucumã, uma fruta regional. Também não deixe de tomar o exótico Tacacá. Endereço: Rua 10 de Julho, 503 - Centro, Manaus - AM, 69010-060 - Telefone: (92) 99112-3730 Horário: domingo 12:00–19:00 segunda-feira 10:30–22:30 terça-feira 10:30–22:30 quarta-feira 10:30–22:30 quinta-feira 10:30–22:30 sexta-feira 10:30–22:30 sábado 10:30–22:30
Tacacaria Amazonia
503 Rua 10 de Julho
Localizada na praça do Teatro Amazonas tem boa comida - bom atendimento - mesas ao ar livre e baixo custo. Pratos regionais exóticos distintos, mas deliciosos. Em uma casa histórica com vista do principal cartão postal de Manaus, você irá saborear caldos, peixes e outras comidas amazônicas. Experimente o “X-Caboclinho” - feito com queijo-qualho, banana frita (banana da terra - para nós a Pacovan) e tucumã, uma fruta regional. Também não deixe de tomar o exótico Tacacá. Endereço: Rua 10 de Julho, 503 - Centro, Manaus - AM, 69010-060 - Telefone: (92) 99112-3730 Horário: domingo 12:00–19:00 segunda-feira 10:30–22:30 terça-feira 10:30–22:30 quarta-feira 10:30–22:30 quinta-feira 10:30–22:30 sexta-feira 10:30–22:30 sábado 10:30–22:30
Curiosidades da região, com variedades de bebidas, atendimentos personalizando, comida saborosa e diversificadas. Surgiu no parque dez de novembro de uma simples pastelaria, virou um dos lugares excelente para reunir os amigos e família. Para levar, Reservas, Mesas ao ar livre, Lugares para sentar, Televisão, Cadeiras para bebês, Acesso para cadeirantes, Serve bebida alcoólica, Bar completo, Wi-fi gratuito, Aceita cartão de crédito, Serviço de mesa.
Cachaçaria do Dede & Empório
Curiosidades da região, com variedades de bebidas, atendimentos personalizando, comida saborosa e diversificadas. Surgiu no parque dez de novembro de uma simples pastelaria, virou um dos lugares excelente para reunir os amigos e família. Para levar, Reservas, Mesas ao ar livre, Lugares para sentar, Televisão, Cadeiras para bebês, Acesso para cadeirantes, Serve bebida alcoólica, Bar completo, Wi-fi gratuito, Aceita cartão de crédito, Serviço de mesa.
Já comeu em um Flutuante à margem do rio? - Ambiente descontraído e familiar. Espaço para refeições, para drinks e para lazer nas águas da Amazônia. Serviço bom e comida convidativa. Lugar sensacional! Cardápio com preços muito honesto Vale conferir o brigadeiro de peixe Não esquecer de curtir um SUP!!!
11
Recomendado por los habitantes de la zona
Abare SUP and FOOD
1551 Estr. da Praia Dourada
11
Recomendado por los habitantes de la zona
Já comeu em um Flutuante à margem do rio? - Ambiente descontraído e familiar. Espaço para refeições, para drinks e para lazer nas águas da Amazônia. Serviço bom e comida convidativa. Lugar sensacional! Cardápio com preços muito honesto Vale conferir o brigadeiro de peixe Não esquecer de curtir um SUP!!!
Baladas
Happy hours e comidinhas em casa de entretenimento noturno com apresentações ao vivo de pop, rock e sertanejo. Dá para ir à pé de meu espaço. Endereço: Av. Efigênio Salles, 2085 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-020 Horário: quinta-feira 23:00–06:00 sexta-feira 23:00–06:00 sábado 23:00–06:00 domingo Fechado segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira Fechado Telefone: (92) 3236-2230
11
Recomendado por los habitantes de la zona
All Night Pub
2085 Av. Ephigênio Salles
11
Recomendado por los habitantes de la zona
Happy hours e comidinhas em casa de entretenimento noturno com apresentações ao vivo de pop, rock e sertanejo. Dá para ir à pé de meu espaço. Endereço: Av. Efigênio Salles, 2085 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-020 Horário: quinta-feira 23:00–06:00 sexta-feira 23:00–06:00 sábado 23:00–06:00 domingo Fechado segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira Fechado Telefone: (92) 3236-2230
Bandas de rock em clima intimista, drinques e petiscos, como salsichão e bandeja de frios, e iluminação baixa. Endereço: Tv. Ponta Negra, 1986 - São Jorge, Manaus - AM, 69030-680 Horário: quinta-feira 19:00–06:00 sexta-feira 19:00–06:00 sábado 19:00–00:00 domingo Fechado segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira 19:00–06:00 Telefone: (92) 98127-0439
17
Recomendado por los habitantes de la zona
Porão do Alemão
1986 Av. Praia da Ponta Negra
17
Recomendado por los habitantes de la zona
Bandas de rock em clima intimista, drinques e petiscos, como salsichão e bandeja de frios, e iluminação baixa. Endereço: Tv. Ponta Negra, 1986 - São Jorge, Manaus - AM, 69030-680 Horário: quinta-feira 19:00–06:00 sexta-feira 19:00–06:00 sábado 19:00–00:00 domingo Fechado segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira 19:00–06:00 Telefone: (92) 98127-0439
Museus
O Museu do Homem do Norte foi inaugurado em 13 de março de 1985, em Manaus, pela Fundação Joaquim Nabuco e hoje está no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA). O objetivo, na época da criação, era de um museu que pudesse refletir a cultura do homem do norte, reunindo um significativo acervo que representasse e refletisse as características e peculiaridades da vida do da região norte do Brasil, à maneira do então já existente em Recife, o Museu do Homem do Nordeste, com ideais de museu antropológico e didático inspirado nas obras do sociólogo e antropólogo Gilberto Freyre. Inicialmente, o acervo foi constituído por produtos regionais, como o guaraná, a borracha, a castanha, a juta, a madeira; por uma casa de farinha; e por setores regionais de mineração, pesca, alimentação, medicina popular, artesanato, arte popular e folclore. Também foi incorporada a coleção etnográfica de Noel Nutels, médico e sanitarista que se dedicou à questão da saúde indígena no Parque do Xingu. Depois, por comodato, foi adquirida a coleção indígena da FUNAI, composta por artefatos domésticos e de ritual, como cestarias, cerâmicas, adornos corporais e máscaras e objetos de rituais. As outras peças encontradas no acervo são de fragmentos arqueológicos, bolo de índio, pontas de lança e machados. O Museu do Homem do Norte dispõe de visitas guiadas, em português e em inglês, para grupos de estudante e turistas, inclusive inglês, além de possibilitar visitas assistidas para deficientes visuais, dispondo ao longo do percurso objetos que podem ser tocados. Possui um auditório em formato lounge, que abriga o Cine-Vídeo Clube Silvino Santos que apresenta filmes e documentários. Atualmente, o acervo do Museu do Homem do Norte é constituído por cerca de 2.000 objetos, adquiridos ao longo dos anos por intermédio de compras, doações, cessões e incorporações. Sua força está no conjunto das coleções por aquilo que representam, mais do que pelo valor unitário das peças. O conjunto permite uma visão da amplitude cultural regional desde as técnicas do trabalho do dia a dia das populações amazônidas, aos meios de transporte, as habitações, a alimentação, as festas, o artesanato, a religiosidade, os mitos e ritos além de importante acervo arqueológico. Av. Silves, 2.222 (Praça Francisco Pereira da Silva) – Distrito Industrial I (Centro Cultural dos Povos da Amazônia). COMO CHEGAR Horário: De Segunda a sábado das 09 às 17h. Telefone: (92) 2125-5323 Email: muhno@culturamazonia.am.gov.br
Museu do Homem do Norte
O Museu do Homem do Norte foi inaugurado em 13 de março de 1985, em Manaus, pela Fundação Joaquim Nabuco e hoje está no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA). O objetivo, na época da criação, era de um museu que pudesse refletir a cultura do homem do norte, reunindo um significativo acervo que representasse e refletisse as características e peculiaridades da vida do da região norte do Brasil, à maneira do então já existente em Recife, o Museu do Homem do Nordeste, com ideais de museu antropológico e didático inspirado nas obras do sociólogo e antropólogo Gilberto Freyre. Inicialmente, o acervo foi constituído por produtos regionais, como o guaraná, a borracha, a castanha, a juta, a madeira; por uma casa de farinha; e por setores regionais de mineração, pesca, alimentação, medicina popular, artesanato, arte popular e folclore. Também foi incorporada a coleção etnográfica de Noel Nutels, médico e sanitarista que se dedicou à questão da saúde indígena no Parque do Xingu. Depois, por comodato, foi adquirida a coleção indígena da FUNAI, composta por artefatos domésticos e de ritual, como cestarias, cerâmicas, adornos corporais e máscaras e objetos de rituais. As outras peças encontradas no acervo são de fragmentos arqueológicos, bolo de índio, pontas de lança e machados. O Museu do Homem do Norte dispõe de visitas guiadas, em português e em inglês, para grupos de estudante e turistas, inclusive inglês, além de possibilitar visitas assistidas para deficientes visuais, dispondo ao longo do percurso objetos que podem ser tocados. Possui um auditório em formato lounge, que abriga o Cine-Vídeo Clube Silvino Santos que apresenta filmes e documentários. Atualmente, o acervo do Museu do Homem do Norte é constituído por cerca de 2.000 objetos, adquiridos ao longo dos anos por intermédio de compras, doações, cessões e incorporações. Sua força está no conjunto das coleções por aquilo que representam, mais do que pelo valor unitário das peças. O conjunto permite uma visão da amplitude cultural regional desde as técnicas do trabalho do dia a dia das populações amazônidas, aos meios de transporte, as habitações, a alimentação, as festas, o artesanato, a religiosidade, os mitos e ritos além de importante acervo arqueológico. Av. Silves, 2.222 (Praça Francisco Pereira da Silva) – Distrito Industrial I (Centro Cultural dos Povos da Amazônia). COMO CHEGAR Horário: De Segunda a sábado das 09 às 17h. Telefone: (92) 2125-5323 Email: muhno@culturamazonia.am.gov.br
MUSEU EDUARDO RIBEIRO Inaugurado em 18 de março de 2010, o Museu Casa Eduardo Ribeiro, recupera a história pessoal, militar e administrativa do maranhense, considerado o grande transformador da capital amazonense. Foi adquirido por particulares depois de sua morte e pelo Governo da União Federal, em 1961 e em 2002 foi cedido ao Estado por meio de comodato, através da Secretaria de Estado de Cultura, para os fins específicos de recuperação da memória da cidade e da história da medicina. Está localizado em uma área de interesse de preservação, no Centro Histórico de Manaus. Possui uma exposição permanente de mobiliário residencial de época, objetos de uso pessoal e de arte que procuram recriar o modo de vida do final do século XIX e início do século XX, época em que viveu Eduardo Gonçalves Ribeiro. As salas e aposentos tomam o nome de fatos e personagens considerados relevantes na vida do ex-governador e seus antigos proprietários. Na mesma casa considerando o uso posterior do imóvel, está instalada a sede da Academia Amazonense de Medicina, fundada em 1980, na qual podem ser encontradas informações sobre a história da medicina no Amazonas, disponibilizadas em linguagem digital. Exposição permanente Exposições Cenográficas de Época – Vida e Obra do Governador Eduardo Gonçalves Ribeiro, Família Bretislau de Castro e História da Medicina no Amazonas. Rua José Clemente, 322 – Centro COMO CHEGAR Horário: De terça a sábado das 9h às 17h Telefone: (92) 3631-2938 Email: mceribeiro@culturamazonas.am.gov.br demus@culturamazonas.am.gov.br
R. José Clemente, 322
322 Rua José Clemente
MUSEU EDUARDO RIBEIRO Inaugurado em 18 de março de 2010, o Museu Casa Eduardo Ribeiro, recupera a história pessoal, militar e administrativa do maranhense, considerado o grande transformador da capital amazonense. Foi adquirido por particulares depois de sua morte e pelo Governo da União Federal, em 1961 e em 2002 foi cedido ao Estado por meio de comodato, através da Secretaria de Estado de Cultura, para os fins específicos de recuperação da memória da cidade e da história da medicina. Está localizado em uma área de interesse de preservação, no Centro Histórico de Manaus. Possui uma exposição permanente de mobiliário residencial de época, objetos de uso pessoal e de arte que procuram recriar o modo de vida do final do século XIX e início do século XX, época em que viveu Eduardo Gonçalves Ribeiro. As salas e aposentos tomam o nome de fatos e personagens considerados relevantes na vida do ex-governador e seus antigos proprietários. Na mesma casa considerando o uso posterior do imóvel, está instalada a sede da Academia Amazonense de Medicina, fundada em 1980, na qual podem ser encontradas informações sobre a história da medicina no Amazonas, disponibilizadas em linguagem digital. Exposição permanente Exposições Cenográficas de Época – Vida e Obra do Governador Eduardo Gonçalves Ribeiro, Família Bretislau de Castro e História da Medicina no Amazonas. Rua José Clemente, 322 – Centro COMO CHEGAR Horário: De terça a sábado das 9h às 17h Telefone: (92) 3631-2938 Email: mceribeiro@culturamazonas.am.gov.br demus@culturamazonas.am.gov.br
MUSEU DA CIDADE - PAÇO DA LIBERDADE O prédio do Paço da Liberdade situa-se no Centro Histórico de Manaus, no antigo bairro de São Vicente. Sua edificação foi iniciada em 1874 e foi um dos primeiros monumentos a apresentar características arquitetônicas neoclássicas possuindo uma das mais belas fachadas da cidade. Também conhecido como Paço Municipal, em 1879, o prédio abrigou o Governo Provincial e, em seguida, com a Proclamação da República, passou a sediar a administração do Governo Republicano. O monumento tem um só pavimento, subdividido em três seções. A parte central é composta por um pórtico com duas colunas e duas pilastras em estilo toscano, onde vê-se o escudo da municipalidade de Manaus. Localizado em frente da Praça Dom Pedro II, o Paço da Liberdade é uma das mais importantes edificações do sítio histórico mais antigo de Manaus, marco do fausto e riqueza que imperaram durante a época áurea da borracha. Em dezembro de 2016 a Manauscult concluiu a chamada pública para implantação do Museu da Cidade recursos captados na iniciativa privada por meio da Lei Rounet. O Museu será interativo e utilizará de recursos tecnológicos para contar a história da formação da cidade de Manaus e de sua gente. Rua Gabriel Salgado, s/n – Praça D. Pedro II- Centro COMO CHEGAR Horário: Segunda à sexta, das 09h às 16h30 / Sábado das 9h às 12h30 - Entrada gratuita Telefones: (92) 3622-4991
Praça Dom Pedro II - Manaus
MUSEU DA CIDADE - PAÇO DA LIBERDADE O prédio do Paço da Liberdade situa-se no Centro Histórico de Manaus, no antigo bairro de São Vicente. Sua edificação foi iniciada em 1874 e foi um dos primeiros monumentos a apresentar características arquitetônicas neoclássicas possuindo uma das mais belas fachadas da cidade. Também conhecido como Paço Municipal, em 1879, o prédio abrigou o Governo Provincial e, em seguida, com a Proclamação da República, passou a sediar a administração do Governo Republicano. O monumento tem um só pavimento, subdividido em três seções. A parte central é composta por um pórtico com duas colunas e duas pilastras em estilo toscano, onde vê-se o escudo da municipalidade de Manaus. Localizado em frente da Praça Dom Pedro II, o Paço da Liberdade é uma das mais importantes edificações do sítio histórico mais antigo de Manaus, marco do fausto e riqueza que imperaram durante a época áurea da borracha. Em dezembro de 2016 a Manauscult concluiu a chamada pública para implantação do Museu da Cidade recursos captados na iniciativa privada por meio da Lei Rounet. O Museu será interativo e utilizará de recursos tecnológicos para contar a história da formação da cidade de Manaus e de sua gente. Rua Gabriel Salgado, s/n – Praça D. Pedro II- Centro COMO CHEGAR Horário: Segunda à sexta, das 09h às 16h30 / Sábado das 9h às 12h30 - Entrada gratuita Telefones: (92) 3622-4991
Museu do Seringal ou Museu da Borracha - VILA PARAÍSO - Após um passeio de barco pelo Rio Negro com vista para comunidades ribeirinhas, está o Museu da Borracha. Lá é contada a história dos coronéis da borracha - como viviam, trabalhavam - e todo o processo de exploração do látex que possibilitou uma grande mudança na capital amazonense. Construído especialmente para o filme 'A Selva', produção luso-brasileira de 2001, estrelada por Maitê Proença, o Museu do Seringal Vila Paraíso, localizado no Igarapé São João, a 25 minutos de Manaus, recebe centenas de pessoas todo mês. Com o objetivo de reproduzir com fidedignidade um seringal que existiu em Humaitá, município do Amazonas, distante 590 km da capital, o museu conta com uma visita guiada pelas instalações. O passeio guiado dura cerca de uma hora. O roteiro inclui locais como o barracão de armazenamento das pelas de borracha, casarão do seringalista, barracão de aviamento, a capela de Nossa Senhora da Conceição, casa do seringueiro, tapiri de defumação da borracha, cemitério, entre outros locais que retratam a vida e os costumes em um seringal, construído durante os tempos áureos do Ciclo da Borracha. Vá até a Marina do David (final da Av. Coronel Teixeira- Ponta Negra) e negocie o trajeto com os barqueiros (barcos da ACAMDAF - ida e volta). Ingresso da Vila: Compra na hora COMO CHEGAR Horário: Terça a domingo das 9h as 15h30; ☎: 3633-2850 *Os valores podem mudar sem aviso prévio.
museu seringal vila paraiso
Museu do Seringal ou Museu da Borracha - VILA PARAÍSO - Após um passeio de barco pelo Rio Negro com vista para comunidades ribeirinhas, está o Museu da Borracha. Lá é contada a história dos coronéis da borracha - como viviam, trabalhavam - e todo o processo de exploração do látex que possibilitou uma grande mudança na capital amazonense. Construído especialmente para o filme 'A Selva', produção luso-brasileira de 2001, estrelada por Maitê Proença, o Museu do Seringal Vila Paraíso, localizado no Igarapé São João, a 25 minutos de Manaus, recebe centenas de pessoas todo mês. Com o objetivo de reproduzir com fidedignidade um seringal que existiu em Humaitá, município do Amazonas, distante 590 km da capital, o museu conta com uma visita guiada pelas instalações. O passeio guiado dura cerca de uma hora. O roteiro inclui locais como o barracão de armazenamento das pelas de borracha, casarão do seringalista, barracão de aviamento, a capela de Nossa Senhora da Conceição, casa do seringueiro, tapiri de defumação da borracha, cemitério, entre outros locais que retratam a vida e os costumes em um seringal, construído durante os tempos áureos do Ciclo da Borracha. Vá até a Marina do David (final da Av. Coronel Teixeira- Ponta Negra) e negocie o trajeto com os barqueiros (barcos da ACAMDAF - ida e volta). Ingresso da Vila: Compra na hora COMO CHEGAR Horário: Terça a domingo das 9h as 15h30; ☎: 3633-2850 *Os valores podem mudar sem aviso prévio.
O Museu do Índio de Manaus é o maior e mais amplo museu da história indígena no Brasil. O museu tem em seu acervo cerca de três milhares de peças produzidas por tribos da Amazônia. Entre os objetos encontram-se utensílios domésticos, armas, adornos e instrumentos musicais. Depositário do testemunho material do homem amazônico e do seu habitat, o Museu do Índio reúne em seu acervo cerca de 3.000 peças produzidas por tribos de diversas etnias da Amazônia, tais como: cerâmicas, utensílios domésticos, armas, adornos e instrumentos musicais. O espaço é mantido pela Congregação das Irmãs Salesianas de Manaus. Endereço: Rua Duque de Caxias, 296 – Centro Telefone: (92) 3635-1922 Funcionamento: Segunda a sexta, das 08h às 12h e das 13h às 17h; Sábados, das 08h às 12h Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudantes e acima de 60 anos) Horário: sexta-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 sábado 08:30–11:30 domingo Fechado segunda-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 terça-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 quarta-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 quinta-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 Telefone: (92) 3635-1922
Indian Museum
296 Avenida Duque de Caxias
O Museu do Índio de Manaus é o maior e mais amplo museu da história indígena no Brasil. O museu tem em seu acervo cerca de três milhares de peças produzidas por tribos da Amazônia. Entre os objetos encontram-se utensílios domésticos, armas, adornos e instrumentos musicais. Depositário do testemunho material do homem amazônico e do seu habitat, o Museu do Índio reúne em seu acervo cerca de 3.000 peças produzidas por tribos de diversas etnias da Amazônia, tais como: cerâmicas, utensílios domésticos, armas, adornos e instrumentos musicais. O espaço é mantido pela Congregação das Irmãs Salesianas de Manaus. Endereço: Rua Duque de Caxias, 296 – Centro Telefone: (92) 3635-1922 Funcionamento: Segunda a sexta, das 08h às 12h e das 13h às 17h; Sábados, das 08h às 12h Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudantes e acima de 60 anos) Horário: sexta-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 sábado 08:30–11:30 domingo Fechado segunda-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 terça-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 quarta-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 quinta-feira 08:30–11:30, 13:00–16:30 Telefone: (92) 3635-1922
Dicas do Cristian
Neste espaço deixo recomendações extras de lugares especiais, uns simples outros mais sofisticados para você ter um contato direto com vida cotidiana local e até outras formas de laser outrora comuns em nossa cidade, como pescar nos finais de semana.
Muito bom para uma boa pescaria ou apenas aproveitar a companhia dos amigos. Paga 25 reais para pescar no lago o dia todo (por pessoa). Você pode levar seu material de pesca ou alugar os que tem lá. Endereço: Rod. AM-010, km 35, AM, 69059-070 Horário: quinta-feira 07:00–18:00 sexta-feira 07:00–18:00 sábado 07:00–18:00 domingo 07:00–18:00 segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira Fechado Telefone: (92) 99236-8625
Pesque Pague San Diego
Muito bom para uma boa pescaria ou apenas aproveitar a companhia dos amigos. Paga 25 reais para pescar no lago o dia todo (por pessoa). Você pode levar seu material de pesca ou alugar os que tem lá. Endereço: Rod. AM-010, km 35, AM, 69059-070 Horário: quinta-feira 07:00–18:00 sexta-feira 07:00–18:00 sábado 07:00–18:00 domingo 07:00–18:00 segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira Fechado Telefone: (92) 99236-8625
O Pague e Pesque Manaus está localizado no coração da cidade de Manaus, foi desenvolvido com uma estrutura que busca imitar a complexa e diversificada floresta. Devido a sua estrutura singular, o ambiente integra-se juntamente você com a flora Amazônica como: Açaí, Buriti, Cupuaçu, Palmeiras, Andiroba, Seringa, Cumaru, Cacau e muitas outras. Além de proporcionar a pesca esportiva do Pirarucú e da Matrinxã. Além de ponto turístico, o lugar tem sido palco de reuniões empresariais, eventos, entrevistas para jornais, estudos extra-curriculares e outros fins para desenvolver o conhecimento e a educação sobre a Amazônia. O Pague e Pesque Manaus dispõe de confortáveis ônibus. No lugar há redes e cadeiras para o descanso após as refeições. Pacotes: Condução + Café da manhã Regional Condução + Almoço de Peixes Regional Condução + Pescaria Esportiva Condução + Passeio Endereço: R. Ametista, 105 - Cidade Nova INFORMAÇÕES PARA CONTATO DÚVIDAS E SUGESTÕES ivaniacosta@paguepesque.com.br RESERVAS ivaniacosta@paguepesque.com.br ATENDIMENTO GERAL (92) 3682-5266 – (92) 99421-7184 – (92) 99172-3277
Pague e Pesque
105 Rua Ametista
O Pague e Pesque Manaus está localizado no coração da cidade de Manaus, foi desenvolvido com uma estrutura que busca imitar a complexa e diversificada floresta. Devido a sua estrutura singular, o ambiente integra-se juntamente você com a flora Amazônica como: Açaí, Buriti, Cupuaçu, Palmeiras, Andiroba, Seringa, Cumaru, Cacau e muitas outras. Além de proporcionar a pesca esportiva do Pirarucú e da Matrinxã. Além de ponto turístico, o lugar tem sido palco de reuniões empresariais, eventos, entrevistas para jornais, estudos extra-curriculares e outros fins para desenvolver o conhecimento e a educação sobre a Amazônia. O Pague e Pesque Manaus dispõe de confortáveis ônibus. No lugar há redes e cadeiras para o descanso após as refeições. Pacotes: Condução + Café da manhã Regional Condução + Almoço de Peixes Regional Condução + Pescaria Esportiva Condução + Passeio Endereço: R. Ametista, 105 - Cidade Nova INFORMAÇÕES PARA CONTATO DÚVIDAS E SUGESTÕES ivaniacosta@paguepesque.com.br RESERVAS ivaniacosta@paguepesque.com.br ATENDIMENTO GERAL (92) 3682-5266 – (92) 99421-7184 – (92) 99172-3277
Nas proximidades de meu espaço. Além das sopas fixas, como feijão e canja, a casa oferece sopas geladas e doces, em espaço com teto de palha. Endereço: Av. Constelação, 22 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-081 Horário: quinta-feira 18:00–22:30 sexta-feira 18:00–22:30 sábado 18:00–22:30 domingo 18:00–22:30 segunda-feira Fechado terça-feira 18:00–22:30 quarta-feira 18:00–22:30 A casa da Sopa fica nos arredores de meu espaço.
Casa da Sopa
22 Avenida Constelação
Nas proximidades de meu espaço. Além das sopas fixas, como feijão e canja, a casa oferece sopas geladas e doces, em espaço com teto de palha. Endereço: Av. Constelação, 22 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-081 Horário: quinta-feira 18:00–22:30 sexta-feira 18:00–22:30 sábado 18:00–22:30 domingo 18:00–22:30 segunda-feira Fechado terça-feira 18:00–22:30 quarta-feira 18:00–22:30 A casa da Sopa fica nos arredores de meu espaço.
Nas proximidades de meu espaço. Boa dica para experimentar comidas regionais. Espaço com bancas de frutas, legumes, carnes e produtos regionais, além de café da manhã, lanches e refeições. Nesse lugar você pode experimentar o famoso "X-caboquinho". Endereço: R. do Comercio, 270 - Parque Dez de Novembro, Manaus - AM, 69055-410 Horário: quinta-feira 05:30–19:30 sexta-feira 05:30–19:30 sábado 05:00–19:30 domingo 05:00–12:00 segunda-feira 05:30–19:30 terça-feira 05:30–19:30 quarta-feira 05:30–19:30 Telefone: (92) 99239-9766
Feira do Parque 10
270 R. do Comercio
Nas proximidades de meu espaço. Boa dica para experimentar comidas regionais. Espaço com bancas de frutas, legumes, carnes e produtos regionais, além de café da manhã, lanches e refeições. Nesse lugar você pode experimentar o famoso "X-caboquinho". Endereço: R. do Comercio, 270 - Parque Dez de Novembro, Manaus - AM, 69055-410 Horário: quinta-feira 05:30–19:30 sexta-feira 05:30–19:30 sábado 05:00–19:30 domingo 05:00–12:00 segunda-feira 05:30–19:30 terça-feira 05:30–19:30 quarta-feira 05:30–19:30 Telefone: (92) 99239-9766
Uma seleção especial da arte tradicional e contemporânea da região. Um espaço de exposições, vendas e encomendas para valorizar a diversidade socioambiental da Amazônia. Coleções temporárias e marcas coletivas permanentes. Controle de qualidade e origem identificada. A special selection of traditional and contemporary art from the region. An exhibition space where you can purchase or order products that value the social and environmental diversity of Amazonia. Temporary collections and permanent community product lines, with quality control and identification of origin. Basketwork, pottery, mats, sculpture, drawings, paintings, publications, videos, photos, CDs and T-shirts. Endereço: Rua Costa Azevedo, 272 - Térreo Largo do Teatro - Centro Manaus - AM - Brasil 69.010-230 telefone (92)3233.4521 www.galeriamazonica.org.br Horário: quinta-feira 08:00–18:00 sexta-feira 08:00–18:00 sábado 08:00–18:00 domingo Fechado segunda-feira 08:00–18:00 terça-feira 08:00–18:00 quarta-feira 08:00–18:00 Telefone: (92) 3233-4521
Galeria Amazônica
272 R. Costa Azevedo
Uma seleção especial da arte tradicional e contemporânea da região. Um espaço de exposições, vendas e encomendas para valorizar a diversidade socioambiental da Amazônia. Coleções temporárias e marcas coletivas permanentes. Controle de qualidade e origem identificada. A special selection of traditional and contemporary art from the region. An exhibition space where you can purchase or order products that value the social and environmental diversity of Amazonia. Temporary collections and permanent community product lines, with quality control and identification of origin. Basketwork, pottery, mats, sculpture, drawings, paintings, publications, videos, photos, CDs and T-shirts. Endereço: Rua Costa Azevedo, 272 - Térreo Largo do Teatro - Centro Manaus - AM - Brasil 69.010-230 telefone (92)3233.4521 www.galeriamazonica.org.br Horário: quinta-feira 08:00–18:00 sexta-feira 08:00–18:00 sábado 08:00–18:00 domingo Fechado segunda-feira 08:00–18:00 terça-feira 08:00–18:00 quarta-feira 08:00–18:00 Telefone: (92) 3233-4521
Localizado há alguns metros de meu espaço. Excelente opção para um desejum delicioso. Também poderia se chamar "Fábrica de sorrisos". Sempre somos recebidos com um largo sorriso pelas atendentes. Nosso dia não poderia começar melhor. Ambiente agradável e organizado, com uma variedade de pães e doces. Recomendo o pãozinho de azeite (especialidade da casa), a salada de frutas especial e os sanduíches. Para sua comodidade, o café com leite pode ser servido em pequenas garrafas. Apresenta elevada qualidade dos produtos. Endereço: Tv. Barcelona, 2 - Adrianópolis, Manaus - AM, 69057-078 Horário: sexta-feira 06:00–20:00 sábado 06:00–20:00 domingo 07:00–12:00 segunda-feira 06:00–20:00 terça-feira 06:00–20:00 quarta-feira 06:00–20:00 quinta-feira 06:00–20:00 Telefone: (92) 98418-6479
Fábrica de Pão
2 Travessa Barcelona
Localizado há alguns metros de meu espaço. Excelente opção para um desejum delicioso. Também poderia se chamar "Fábrica de sorrisos". Sempre somos recebidos com um largo sorriso pelas atendentes. Nosso dia não poderia começar melhor. Ambiente agradável e organizado, com uma variedade de pães e doces. Recomendo o pãozinho de azeite (especialidade da casa), a salada de frutas especial e os sanduíches. Para sua comodidade, o café com leite pode ser servido em pequenas garrafas. Apresenta elevada qualidade dos produtos. Endereço: Tv. Barcelona, 2 - Adrianópolis, Manaus - AM, 69057-078 Horário: sexta-feira 06:00–20:00 sábado 06:00–20:00 domingo 07:00–12:00 segunda-feira 06:00–20:00 terça-feira 06:00–20:00 quarta-feira 06:00–20:00 quinta-feira 06:00–20:00 Telefone: (92) 98418-6479
Na rua paralela ao meu espaço. Excelente opção para o desejum. Dois ambientes. Espaço interno confortável e externo bem arejado Várias opções para ativar seu paladar como cappuccinos, expressos e outros cafés, pães e sanduíches, além de tapiocas, cuscuz, farofa, frutas, vitaminas e sucos naturais. Também há brinquedoteca para crianças e oferecem wi-fi aos clientes. Tudo isso em um espaço tranquilo e familiar. Lugar interessante até para reuniões. Endereço: Av. Via Láctea, 10 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-085 Horário: sexta-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 sábado 07:00–12:00, 15:00–19:30 domingo 07:00–12:00 segunda-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 terça-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 quarta-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 quinta-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 Telefone: (92) 3348-0992 Pedido: ifood.com.br
Morada Café
10 Avenida Via Láctea
Na rua paralela ao meu espaço. Excelente opção para o desejum. Dois ambientes. Espaço interno confortável e externo bem arejado Várias opções para ativar seu paladar como cappuccinos, expressos e outros cafés, pães e sanduíches, além de tapiocas, cuscuz, farofa, frutas, vitaminas e sucos naturais. Também há brinquedoteca para crianças e oferecem wi-fi aos clientes. Tudo isso em um espaço tranquilo e familiar. Lugar interessante até para reuniões. Endereço: Av. Via Láctea, 10 - Aleixo, Manaus - AM, 69060-085 Horário: sexta-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 sábado 07:00–12:00, 15:00–19:30 domingo 07:00–12:00 segunda-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 terça-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 quarta-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 quinta-feira 07:00–11:00, 15:00–19:30 Telefone: (92) 3348-0992 Pedido: ifood.com.br
Já foi em um rodízio de peixes? Esse é o lugar. Você terá a oportunidade de saborear os deliciosos peixes da amazônia. Cardápio variado de peixes no sistema de rodízio self-service. Comida excelente, ambiente fresco e ótimo custo benefício. Localização boa próximo a ponte e com vista para o rio. Restaurante rústico com redes para descanso à sombra. No menu peixes de água doce com guarnições regionais. Endereço: Avenida Rio Negro, 131A - Vila Marinho, Manaus - AM, 69036-720 Horário: sexta-feira 12:00–15:00 sábado 12:00–15:00 domingo 12:00–15:00 segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira 12:00–15:00 quinta-feira 12:00–15:00 Telefone: (92) 99117-9549
Peixaria Chapéu de Palha da Benção
Já foi em um rodízio de peixes? Esse é o lugar. Você terá a oportunidade de saborear os deliciosos peixes da amazônia. Cardápio variado de peixes no sistema de rodízio self-service. Comida excelente, ambiente fresco e ótimo custo benefício. Localização boa próximo a ponte e com vista para o rio. Restaurante rústico com redes para descanso à sombra. No menu peixes de água doce com guarnições regionais. Endereço: Avenida Rio Negro, 131A - Vila Marinho, Manaus - AM, 69036-720 Horário: sexta-feira 12:00–15:00 sábado 12:00–15:00 domingo 12:00–15:00 segunda-feira Fechado terça-feira Fechado quarta-feira 12:00–15:00 quinta-feira 12:00–15:00 Telefone: (92) 99117-9549
Na zona rural de Manaus à 4 km da Avenida do Turismo, a Praia Dourada é um dos poucos lugares que ainda podemos observar a exuberância da natureza preservada aos arredores da cidade. Vá preparado para tomar banho no rio.
Praia Dourada
1551 Estrada da Praia Dourada
Na zona rural de Manaus à 4 km da Avenida do Turismo, a Praia Dourada é um dos poucos lugares que ainda podemos observar a exuberância da natureza preservada aos arredores da cidade. Vá preparado para tomar banho no rio.